Campo Grande / MS Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Polícia

11.11.2019 às 10:06 - Atualizada em 13.11.2019 às 09:09

Mulher anuncia produtos em site na internet e acaba autuada por receptação

Redação PCMS

Durante investigações para apurar o furto de duas roçadeiras, ocorrido em agosto no conjunto Estrela D’alva, em Campo Grande, os policiais civis da 3ª Delegacia de Polícia Civil descobriram que os objetos estavam sendo anunciados em um site de vendas na internet.

Diligencias foram realizadas e os investigadores descobriram que as roçadeiras foram anunciadas na internet pela comerciante N. R. N., 30 anos. Ao receber os policiais em sua casa na Mata do Jacinto, nesta quinta-feira (7), a acusada disse ter comprado as roçadeiras de um desconhecido, a quem pagou com um telefone celular.

Segundo a comerciante, o desconhecido foi até a sua loja de assistência técnica de celulares e ofereceu as roçadeiras por R$ 850. Como a acusada disse que não tinha dinheiro, o homem teria insistido e proposto a negociação com um telefone celular. A proposta foi aceita e a comerciante passou o telefone para o acusado por R$ 450 e ainda lhe deu a quantia de R$ 200 em dinheiro.

A comerciante foi presa e encaminhada à 3ª DP, onde foi autuada em flagrante por receptação. A acusada pagou fiança e foi solta para responder as acusações em liberdade.

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo