Campo Grande / MS Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Saúde

06.05.2021 às 17:25

Envelhecer não é fardo, é Privilégio!

Wilson Aquino

Envelhecer não é fardo, é Privilégio!
 
Wilson Aquino*
Muitos não sabem, pois ainda não chegaram lá, e muitos que lá estão, ainda não se deram conta da sua grandiosidade: a velhice! Que não é um fardo, mas um inestimável privilégio, do qual só pode desfrutar quem fez por merecê-la.
Indivíduos sempre insatisfeitos com tudo o que a vida lhes oferece, não admitirão nunca a chegada desse estágio da vida e, consequentemente, não saberão vivê-lo com alegria.
Quanto mais cedo o homem e a mulher entenderem que absolutamente ninguém é perfeito e que todos, independentemente de situações financeira, geográfica, cultural ou religiosa, têm problemas de toda natureza e que são obrigados a carregar o próprio fardo na longa jornada da vida, e que isso tudo é assim porque assim é o Plano de Deus para a humanidade, aí então fica muito mais fácil encarar e lutar contra todo obstáculo da vida e seguir em frente com segurança e tranquilidade.
 Homens e mulheres conscientes disso, de que alegrias e sofrimentos fazem parte da vida, viverão muito mais tranquilos e felizes, mesmo durante as tempestades. E ainda mais se estiverem alinhados com os mandamentos e ensinamentos de Deus. Aprenderão a apreciar com sabedoria todas as etapas da vida, especialmente a juventude, a maturidade e finalmente a velhice. É quando desfrutará de tudo o que plantou. Poderá curtir e participar da chegada dos netos e bisnetos; e recordar com orgulho tudo o que passou e executou.
Outra grande bênção dessa fase da idade é o privilégio dado somente aos que chegam lá: conhecimento e sabedoria para ver e ponderar sobre os mais variados temas. Ou seja, os longos anos de estudos, convivências, experiências e oportunidades, alicerçam esse grande milagre na vida de todo idoso, que torna-se mais sereno e sábio.
É prazeroso ver fluir na mente, no coração e nas palavras, conhecimentos e sentimentos que são sabia que possuía, mas que chegam, não de graça, mas por tudo aquilo que um dia vivenciou e plantou.
É por isso que nas culturas indígenas e oriental, por exemplo, os idosos são respeitados, venerados e, o mais importante: são ouvidos porque conquistaram o privilégio de serem sábios em diversos aspectos da vida.
Lamentável que no Brasil estejamos muito longe desse reconhecimento e respeito. Muitos (autoridades, sociedade, inclusive a própria família) pensam erroneamente que a velhice é sim um fardo. Lamentável! Pois não é.
Ser idoso também não é sinônimo de problemas de saúde. Como em todas as idades, todos somos frágeis e susceptíveis a danos físicos, emocionais, mentais e espirituais. Porém, por mais pesados que sejam esses fardos, em qualquer etapa da vida, o que aprendemos com o Plano de Deus é que devemos seguir em frente, com fé e nunca desistir e nem mesmo desanimar.
Pois insisto: Se todos, absolutamente todos, ricos e pobres, religiosos ou não, brasileiro ou estrangeiro, têm os mesmos problemas, variando apenas de graus de afetação, por que então me desesperar e desistir? Não! Sigamos em frente, sempre gratos por tudo o que recebemos.
Me recordo agora, como exemplo de garra e perseverança na luta pela vida, daquele jovem de sorriso e rosto radiantes de alegria, sempre eufórico e cheio de vida, que segue vencendo grandes desafios como nadar e surfar, mesmo sem possuir os membros inferiores e superiores.
Envelhecer é sim um privilégio e não um fardo. E essa fase só terá valor àqueles que se conscientizarem disso e seguirem a vida com prazer, alegria e Deus no coração.
 
*Jornalista e Professor

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo