Campo Grande / MS Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021

Escolha sua cidade

Campo Grande Água Clara Alcinópolis Amambai Anastácio Anaurilândia Angélica Antônio João Aparecida do Taboado Aquidauana Aral Moreira Bandeirantes Bataguassu Batayporã Bela Vista Bodoquena Bonito Brasilândia Caarapó Camapuã Caracol Cassilândia Chapadão do Sul Corguinho Coronel Sapucaia Corumbá Costa Rica Coxim Deodápolis Dois Irmão do Buriti Douradina Dourados Eldorado Fátima do Sul Figueirão Glória de Dourados Guia Lopes da Laguna Iguatemi Inocência Itaporã Itaquiraí Ivinhema Japorã Jaraguari Jardim Jateí Juti Ladário Laguna Carapã Maracaju Miranda Mundo Novo Naviraí Nioaque Nova Alvorada do Sul Nova Andradina Novo Horizonte do Sul Paraíso das Águas Paranaíba Paranhos Pedro Gomes Ponta Porã Porto Murtinho Ribas do Rio Pardo Rio Brilhante Rio Negro Rio Verde de Mato Grosso Rochedo Santa Rita do Pardo São Gabriel do Oeste Selvíria Sete Quedas Sidrolândia Sonora Tacuru Taquarussu Terenos Três Lagoas Vicentina

Notícias / Política

03.06.2021 às 10:23

Programa Estadual de Combate ao Feminicídio em pauta nesta semana

Assessoria de Imprensa Assembleia Legislativa

Programa Estadual de Combate ao Feminicídio em pauta nesta semana

 

Combater a violência contra a mulher e defender seus direitos são ações importantes e constantes na agenda do deputado estadual Professor Rinaldo Modesto. Com diversas leis estaduais criadas em defesa da mulher, como as campanhas Agosto Lilás e 16 Dias de Ativismos Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, o parlamentar também criou o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul, no dia 1º de junho.

De acordo com o texto da Lei 5.202/2018, a data está inserida no Calendário Oficial de Eventos do Estado e lembra a morte da jovem Isis Caroline no dia primeiro de junho de 2015, tida como o primeiro caso de feminicídio registrado no Estado. A lei propõe ações durante uma semana para conscientizar a população e divulgar os mecanismos legais em defesa da mulher na “Semana Estadual de Combate ao Feminicídio”.

Considerando os altos índices de feminicídio e os dados obtidos pela Governadoria do Estado, Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça sobre violência contra mulher, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio do Decreto 15.325 de 10 de dezembro de 2019, criou o Plano Estadual de Combate ao Feminicídio.

Entre os objetivos do programa estão o de sensibilizar e conscientizar a população por meio de ações educativas permanentes e continuadas, capacitar agentes públicos para atendimento qualificado e humanizado às mulheres vítimas de agressão e criar mecanismos para fortalecer os programas de combate a violência já executados, como o Maria da Penha Vai à Escola e a Lei 5.539/2020, que incluiu o ensino de noções básicas da Lei Maria da Penha como conteúdo transversal nas escolas públicas de todo Estado, ambos criados também por Rinaldo para discutir o tema na comunidade escolar.

Comentários
informe o texto a ser procurado
Voltar ao topo